DICAS DE VIAGEMNOTICIAS

Janela ou Corredor? Qual a opção perfeita para você

Pode até parecer trivial, mas escolher se sentar na janela ou corredor dentro do avião é algo que pode fazer uma diferença bem significativa para o conforto no voo.

Dependendo do perfil do passageiro, da duração da viagem e até o do tempo das conexões, uma das duas opções será a mais indicada.

Por isso, é importante tomar essa decisão só depois de avaliar todos os prós e contras de cada escolha.

Ao se assentar em uma poltrona mais confortável e adequada as suas necessidades, o passageiro terá uma experiência melhor e, com isso, poderá chegar em seu destino mais energizado e pronto para aproveitar a viagem, seja ela de negócios ou turismo.

Quem viaja com pressa, muitas vezes, prefere ficar no corredor, enquanto boa parte das pessoas valoriza a vista das janelas e quase sempre escolherá essa poltrona. Mas existe muito mais para avaliar que apenas preferências pessoais.

Pensando nisso, neste artigo, elencamos alguns dos prós e contras de cada uma dessas escolhas e como descobrir se o assento ideal para a sua viagem é na janela ou no corredor. Boa leitura!

Mas afinal, qual é o melhor: janela ou corredor?

Antes de tudo, é importante destacar que não existe uma opção que será sempre a certa. Dependendo do voo, da pessoa e das necessidades do momento, qualquer uma das duas escolhas pode ser a melhor.

O primeiro fator que deve ser avaliado aqui é a preferência pessoal de cada um. Quem tem pressa para entrar e sair do avião, normalmente, vai preferir se assentar no corredor, em uma das primeiras fileiras.

Já quem gosta de curtir as paisagens no caminho ou simplesmente se apoiar na parede da cabine para um cochilo, costuma se dar melhor sentando no assento da janela.

Mas em viagens mais longas, pode ser mais importante para algumas o sossego da janela do que a praticidade de entrar e sair do corredor: isso porque fica mais difícil descansar no voo se o passageiro ao lado levanta muitas vezes para ir ao banheiro.

Da mesma forma, quem tem as pernas compridas pode ter mais facilidade com o assento do corredor, ainda que a principal recomendação para o conforto aqui seja pagar um pouco a mais pelo espaço extra em outras fileiras e viajar sem apertos.

Um detalhe importante é considerar também o assento do meio. Além de ser o mais indesejado, se ele existe no avião as variáveis da escolha entre janela e corredor podem melhorar.

Quem se assenta na janela demorará ainda mais tempo no desembarque, pois são duas pessoas na frente. E quem está no corredor pode ter que se levantar o dobro de vezes para que os vizinhos consigam ir ao banheiro, por exemplo.

Em boa parte dos aviões da Azul não existe poltronas que não sejam janela ou corredor, salvo algumas exceções em voos internacionais.

Mas nas aeronaves em que esse assento existe, é importante considerá-lo na hora de fazer a escolha, pois o passageiro extra multiplica os impactos da decisão.

Quando vale a pena sentar na janela?

O principal fator para decidir pela escolha do assento da janela não é nem o conforto e nem a preferência de poder curtir a vista, mas sim as conexões.

Em voos com conexões apertadas, em que é preciso desembarcar correndo para chegar a tempo no outro portão, a recomendação é evitar o assento da janela.

Quem fica na janela desce por último do avião e usualmente chega no final de filas de imigração e alfândega, o que faz com que a demora seja ainda maior nos voos internacionais.

Mas se é um voo direto ou o prazo da conexão é folgado, pode valer a pena considerar o assento da janela. Sem dúvida alguma o conforto é um pouco maior, principalmente para quem gosta de escorar na parede da cabine.

Além disso, na janela é possível apreciar a vista aérea e as paisagens do caminho, algo que encanta muitos aficionados por viagens. Por essas razões, é seguro dizer que o assento da janela é o mais indicado para a maior parte das pessoas quando não existe pressa para desembarcar.

E claro, também é importante destacar que a janela é um assento um pouco mais reservado e as chances de ser perturbado nele são menores.

Quem quer tranquilidade no voo, seja para dormir, assistir séries ou apenas relaxar, é melhor evitar o corredor, que além de sujeito a esbarrões ocasionais de quem transita pela aeronave, ainda é preciso se levantar quando o vizinho precisa ir ao banheiro.

Por outro lado, quem sabe que precisará acessar o banheiro do avião mais vezes durante a viagem, seja por uma condição de saúde ou qualquer outra razão, deve reservar o assento do corredor.

Além da facilidade de acesso, essa escolha evitará atritos constantes com o colega do lado, que pode perder a paciência se for importunado muitas vezes para se levantar no avião.

Quando é melhor ficar no corredor?

Como já ficou claro, quem precisa desembarcar mais rápido por uma conexão apertada deve sempre reservar o assento do corredor, de preferência nas primeiras fileiras da aeronave, para perder menos tempo com essa movimentação.

E claro que essa recomendação só é válida para quem não vai despachar nenhuma bagagem, já que o tempo que é gasto na espera pela mala na esteira anula qualquer vantagem em desembarcar na frente.

Se não existe um motivo mais para justificar o desembarque apressado, o corredor se torna um pouco menos interessante que a janela, pelo menos para a maior parte dos passageiros. Mas existem exceções.

Quem é naturalmente apressado e, mesmo sem nenhuma razão, detesta esperar para sair do avião, terá menos estresse se escolher o assento do corredor, por exemplo.

E as pessoas que precisam ir ao banheiro regularmente também vão preferir a praticidade desse assento, já que é chato ter que perturbar o vizinho sempre que for preciso se levantar.

Além disso, se o viajante tem pernas maiores e quer esticá-las durante o voo, o corredor também pode ser uma alternativa, mas tomando cuidados para evitar rasteiras em quem transita por ele.

Outra razão para assentar no corredor pode ser o acesso às malas de mão armazenadas no bagageiro. Quem pretende colocar e retirar coisas desse espaço com frequência terá mais facilidade para isso se estiver sentado no corredor.

Da mesma forma, as pessoas que gostam de ficar de olho nas suas malas durante todo o voo também vão preferir se assentar no espaço do corredor, de frente para onde estão os seus pertences.

Por fim, quem enjoa com facilidade ou tem medo de alturas pode ter uma experiência um pouco mais confortável no assento do corredor, já que a vista externa pode colaborar para a sensação de náusea.

Se for o caso de enjoos, outra recomendação é buscar assentos na região das asas da aeronave, que se movimentam menos e provocam um desconforto menor. Isso também vale para quem detesta turbulências e quer mais estabilidade no voo.

É uma boa reservar o assento do meio?

Como já foi mencionado, o assento do meio não conta nem com as vantagens do conforto e sossego da janela e nem com a praticidade de desembarque do corredor. Por essa razão, ele raramente será uma opção preferencial, tanto que as aeronaves mais confortáveis hoje nem oferecem esse espaço.

Ainda assim, existem algumas pessoas que reservam o assento do meio em alguns voos na expectativa que isso desencorajará outros passageiros em reservar os assentos da janela ou corredor, “ganhando” um espaço extra na cabine.

Mas essa prática não é nem um pouco recomendada. Além de ser uma atitude antiética com os demais passageiros, as chances de funcionar são baixas, especialmente em voos mais lotados. Portanto, quase nunca será vantajoso reservar o assento do meio.

Quem gosta de ter uma poltrona vazia ao lado no avião pode contar com serviços como o assento extra, da Azul, que permite reservar o espaço ao lado sem ter que pagar uma nova taxa de embarque, ou simplesmente torcer por um voo vazio.

A exceção à regra é quando a pessoa está viajando em grupo e vai se sentar ao lado dos amigos. Nesses casos, o assento do meio será uma escolha natural e a disputa pelo corredor ou janela será entre os amigos que reservaram os três espaços.

Um outro momento em que vale a pena se assentar no meio é quando você for viajar em família em voos internacionais.

Colocar toda a turma nos assentos centrais do aviões não só permite a proximidade como também facilita a interação ao longo do voo. E nos voos internacionais da Azul, essa experiência fica ainda melhor com o Skysofa, que transforma as quatro poltronas centrais em um grande sofá compartilhado.

É melhor se sentar no fundo, na frente ou no meio do avião?

Além de janela ou corredor, escolher entre os assentos da frente, do fundo ou do meio do avião também faz uma diferença perceptível na experiência de voar.

Quem sente mais frio e incômodo com o ar-condicionado no voo, por exemplo, deve optar pelos assentos mais ao fundo, que são onde o fluxo de ar é menor e as temperaturas mais baixas. Quem sente calor enquanto viaja, por outro lado, vai preferir os da frente, que são os mais gelados.

Em relação ao barulho, a escolha entre o meio, frente e fundo também é importante. Nos assentos sobre a asa, no meio do avião, o som das turbinas pode ser um incômodo grande.

Os banheiros e a cozinha do avião também são lugares bem barulhentos e pode ser uma boa evitá-los. A localização deles varia de acordo com a aeronave, mas, geralmente, nas primeiras filas a poluição sonora será um pouco menor.

E como já foi explicado ao longo deste artigo, além de buscar por um assento no corredor, quem tem pressa para desembarcar terá mais agilidade nas poltronas das primeiras fileiras. Quanto mais próximas da saída, melhor.

Se o mais importante é o conforto, o melhor são os assentos da saída de emergência, com mais espaço, e as fileiras da frente. Normalmente, esses centímetros a mais são cobrados, mas pode valer o investimento.

Por fim, quem detesta turbulências ou fica enjoado com facilidade deve evitar ao máximo os assentos do fundo, que é onde a aeronave balança mais. Para essas pessoas, a escolha ideal são as poltronas sobre as asas.

E quais são os piores assentos no avião?

Se o melhor lugar no avião varia de acordo com o gosto e as necessidades de cada um, a mesma coisa não pode ser dita sobre os piores. Existem poltronas que devem ser sempre evitadas, na maior parte das aeronaves e não agradam a quase ninguém.

Normalmente, os piores assentos em qualquer tipo de avião são os que não reclinam: a última fileira e a que fica logo à frente da saída de emergência. Nesses locais, o conforto quase sempre será pior e a viagem, mais cansativa.

Outro tipo de assento que deve ser evitado são os que ficam logo abaixo dos bagageiros utilizados pela tripulação, em que estão itens de emergência e outros objetos importantes. Quem escolhe essas poltronas tem menos espaço para a mala de mão e pode ter mais dificuldade para encontrar um local para elas que fique próximo do assento.

Por fim, vale destacar que para alguns passageiros os assentos na saída de emergência podem ser considerados bem ruins. Apesar do espaço ampliado, as regras para que está ali são mais restritas e não se pode, por exemplo, deixar um calçado ou qualquer objeto no chão.

E se por qualquer razão a pessoa se sentir fisicamente ou mentalmente inapta a operar a saída ou acompanhar as orientações dos tripulantes em uma emergência real, também deve-se evitar essas poltronas. Mais que comodidade, esses assentos são de grande responsabilidade e o conforto não pode ser o único quesito considerado na hora de escolhê-los.

 

 

fonte: Vem Voar

Leia mais...

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close