AVIAÇÃO MILITARNOTICIASNOTÍCIAS BRASILSem categoria

Esquadrão Guardião conduz as aeronaves de caça nos céus de Roraima

Durante o Exercício Operacional Sabre, o controle de tráfego aéreo das aeronaves envolvidas na operação é realizado por aeronaves E-99 e o enlace de comunicações, aumentando o alcance do controle de tráfego no solo, por aeronaves R-99, ambas pertencentes ao Segundo Esquadrão do Sexto Grupo de Aviação (2º/6ºGAv), o Esquadrão Guardião.
Dentro do cenário fictício do Exercício, o E-99 possibilita às aeronaves A-1 e A-29 realizarem as missões de ataque, bem como aos F-5E/FM e F-2000 realizarem missões de escolta, interceptação e patrulha aérea de combate, na defesa do país que está sendo atacado. 
Quando as equipagens operacionais (pilotos) recebem suas missões e partem para os voos, as aeronaves do 2º/6º GAv já se encontram prontas, voando próximas aos objetivos da operação.
Apesar da Sabre ser baseada em um conflito fictício, para o Esquadrão Guardião todas as atividades são realizadas em um cenário real. “Nós estamos exercitando toda a capacidade técnica da Unidade Aérea exatamente da maneira como seria empregado em um ambiente real”, afirma o Comandante do 2º/6º GAv, Tenente-Coronel Aviador Paulo Sérgio Dutra Vila Lima.

FONTE: FAB

Leia mais...

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close