AVIAÇÃO COMERCIALECONOMIAEmbraerNEGÓCIOSNOTICIAS

Embraer espera alta nas entregas de aviões no ano

As entregas da Embraer tanto para a aviação comercial quanto para aviação executiva devem crescer nos próximos meses. A previsão foi feita na última sexta-feira (27) pela empresa, que espera melhorar os resultados obtidos no primeiro trimestre.

A fabricante mantém previsão de entregar de 85 a 95 jatos comerciais e de 105 a 125 jatos executivos no ano.

Nos três primeiros meses do ano foram entregues 14 aeronaves comerciais e 11 executivas, sendo 8 jatos leves e 3 jatos grandes, ante os 18 comerciais e 15 executivas, sendo 11 jatos leves e 4 jatos grandes do no ano anterior.

Segundo a Embraer, geralmente as entregas do primeiro trimestre tendem a ser menores em relação aos demais trimestres do ano, por questão de sazonalidade. No período, a empresa registrou prejuízo de R$ 40 milhões, ante lucro líquido de R$ 168,5 milhões em igual período de 2017, mas espera reverter o resultado ao longo do ano. Nos últimos 10 anos, a Embraer mantém média de 220 a 230 aviões vendidos e entregues por ano.

Conforme novas normas contábeis, os pedidos firmes passaram de US$ 19,2 bilhões no primeiro trimestre de 2017 para US$ 19,5 bilhões. Desde 2008 a companhia vem se mantendo na casa de US$ 6 bilhões de receita. Nesse período surgiu a aviação executiva com maior vigor dentro do mercado, mas diminuíram as entregas de aviões comerciais. Para a Embraer, considerando o cenário de crise que o mercado passou, é um resultado bom. Mas o crescimento estagnou.

Nesses últimos 10 anos foram investidos US$ 5 bilhões no desenvolvimento dos aviões executivos, comerciais e defesas, além de soluções para a área de serviços. O 190-E2 acabou de ser certificado e o KC-390 chega ao mercado no fim do ano.

A empresa anunciou em dezembro que negocia parceria com a Boeing e confirmou que o acordo pode envolver nova companhia para produção de jatos comerciais, excluindo as operações de defesa da empresa brasileira e, talvez, sua unidade de aviões executivos.

fonte: dci

Leia mais...

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close