NOTICIASNOTÍCIAS BRASILSem categoria

Em meio ao jogo do Brasil, controladores de voo só veem a tela dos aviões

“Gol para nós é companhia aérea”, diz o primeiro-sargento Sergio Rycbczak, 44, coordenador de equipe da sala de controle do tráfego aéreo conhecida como APP (de “approach”, aproximação em inglês), no Aeroporto de Congonhas (zona sul de SP).

Proibidos de assistir TV ou ouvir rádio enquanto trabalham, os controladores que trabalhavam durante o primeiro jogo do Brasil na Copa, nesta terça-feira (15), não tiravam o olho da tela –de controle das aeronaves. Só aos 25min do primeiro tempo, um funcionário se atreveu a perguntar, timidamente, se o placar seguia 0 a 0. Ninguém respondeu.

O primeiro gol da seleção brasileira passa quase despercebido. Ao ouvir fogos estourando do lado de fora, uma controladora exclama “gol!”, baixinho. Os outros não se empolgam e continuam a trabalhar. Além de não assistir ao jogo, os controladores não podem passar nenhuma informação, fora as técnicas, para os pilotos.

FONTE: Folha Online

Leia mais...

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close