Caças Typhoon da RAF são acionados para interceptar um Boeing 767 da American Airlines

Dois caças Eurofighter Typhoon da Royal Air Force (RAF) foram acionados ontem, dia 2, para interceptar um Boeing 767-300 da American Airlines, prefixo N376AN, executando o Voo AA78, que seguia para o Aeroporto Heathrow vindo de Dallas, Texas, nos Estados Unidos.

Durante o voo, quando no nível de cruzeiro de 33.000 pés, foi reportado que uma mulher tentou ter acesso a cabine de comando da aeronave, informou um porta-voz do Ministério de Defesa. De acordo com um comunicado oficial divulgado pela companhia aérea, “uma passageira ficou alterada durante o voo e tentou ter acesso à cabine de comando. A passageira foi acalmada pelas comissárias de bordo mas como precaução a prioridade na aproximação para Londres foi solicitada e também foi pedido para a polícia ir de encontro a aeronave logo após o pouso.” A aeronave transportava 161 passageiros e 12 membros da tripulação, informou a American Airlines.

O Ministério da Defesa confirmou que uma vez que aparentemente o incidente não estivesse relacionado a um ato terrorista, os caças Typhoon foram chamados de volta a base e não escoltaram o Boeing 767 no pouso.

A mulher foi levada sob custódia pela polícia do Reino Unido para interrogatório.

Os caças Typhoon fazem parte do sistema de alerta rápido (QRA – Quick Reaction Alert) que opera 24 horas a partir da base da RAF de Coningsby, com o Esquadrão (Caça) n° 3.

FONTE: CAVOK

Agência Lelo - Laboratório Criativo
Leia mais...

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close