AVIAÇÃO COMERCIALECONOMIANEGÓCIOSNOTICIASSem categoria

Boeing fabricará 35 737 por mês a partir de 2012

Empresa havia anunciado recentemente a fabricação de 34 737 por mês.
(Da assessoria da Boeing no Brasil) – A Boeing anunciou o segundo aumento da taxa de produção no programa do 737 Next-Generation, elevando a taxa anunciada previamente de 34 aviões por mês para 35 no início de 2012.
Em maio, a Boeing mencionou a forte demanda pelo 737 Next-Generation como razão para a ampliação da produção de 31,5 para 34 aeronaves por mês e indicou os planos de estudar possíveis outros aumentos. O anúncio de ontem reflete o crescimento esperado de longo prazo neste segmento de mercado e a contínua pressão para aumentar a produção do avião para atender à demanda esperada pelo mercado.
“Nossos clientes continuam a mostrar sua preferência pelo 737 Next-Generation ao exercer opções de compra e fazendo novas encomendas”, diz Jim Albaugh, presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes. “Nós alcançamos nosso backlog atual de forma eficiente e aumentar a escala de produção é o resultado do nosso planejamento e preparo. Continuaremos a acompanhar a demanda à medida que avançamos”, explica o executivo.
A Boeing e seus fornecedores irão se preparar para o aumento da taxa ao longo dos próximos 18 meses, avaliando a prontidão e assegurando o crescimento, a partir das atuais 31,5 unidades de aviões produzidos por mês. O aumento da taxa não deverá ter um impacto substancial nos resultados financeiros de 2010.
O programa do 737 Next-Generation continua a inovar nas áreas de navegação melhorada, desempenho e conforto para passageiros. O programa irá entregar o seu primeiro Boeing 737 Sky Interior em outubro e irá implementar um pacote de melhorias de desempenho em 2012, adiantando que se espera reduzir o consumo de combustível em até 2%.
FONTE: Aviação Paulista  
Leia mais...

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close