AVIAÇÃO COMERCIALDICAS DE VIAGEMNOTICIASSEGURANÇA

Álcool e brigas a bordo são maiores problemas em voos

Em 2016, passageiros causaram problemas em 9.837 voos, de acordo com informações da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata), o que representa um incidente a cada 1.424 voos. O número é inferior ao de 2015, que teve 10,854. Antes disso, entre 2007 – quando iniciou essa contabilização – e 2015, foram registrados 58.921 comportamentos inadequados.

No topo da lista, destaca-se a intoxicação e consumo de bebida alcoólica (ou mais drogas), não cumprimento de regras, como a proibição de fumar no avião, e brigas entre passageiros. No geral, 87% dos casos não têm gravidade elevada e incluem agressões verbais e violações de segurança, que podem ser resolvidas pela tripulação.

São considerados “mais graves” atos fisicamente abusivos ou obscenos, ameaças verbais de violência física e adulteração de equipamentos de emergência ou de segurança. Em relação ao alcoolismo, a instituição afirma que “companhias aéreas, aeroportos, polícias e lojas duty free estão trabalhando em conjunto para evitar que passageiros fiquem bêbados antes do embarque ou a bordo”.

SOLUÇÕES

Na 70ª AGA da Iata, em junho de 2014, a indústria adotou, por unanimidade, um conjunto de princípios básicos para lidar com a questão do comportamento indisciplinado dos passageiros.

Os princípios pedem aos governos que ratifiquem o Protocolo de Montreal de 2014 para que eles tenham os poderes legais à sua disposição para garantir que os passageiros indisciplinados enfrentem as consequências de suas ações.

fonte: panrotas

Leia mais...

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close